21
SNIRLit
 
 
 » Entrada > Unidade de Litoral (troço 16)
Ver no mapa:
Estações (1) Estruturas (19)
Praias (33) Batimetria
Unidade de Litoral Concelhos
Unidade de Litoral:  16 Porto de Peniche (Molhe W)-Ponta da Lamporeira
Última Data de Observação:  14/01/2003
Tipo de Sedimentos Emersos:  Areia grosseira a média
Tipo de Sedimentos Submersos:   -
Balanço Sedimentar:  Negativo
» Evolução   » Transporte Sedimentar   » Geomorfologia    
Nesta ULitoral, observa-se erosão e recuo da linha de costa sobretudo no litoral rochoso, existindo algumas áreas de risco, em zonas de ocupação sobre arribas, nomeadamente em Porto Dinheiro, Porto Novo e promontório de Santa Cruz. 
Este troço tem fornecimento sedimentar reduzido, não existindo contributo da deriva litoral proveniente de norte. O fornecimento sedimentar é exercido pelos cursos de água existentes. A resultante anual da deriva litoral é dirigida para sul-sudoeste, sendo a deriva efectiva parcialmente saturada a muito reduzida. O balanço sedimentar é de forma geral negativo, sendo natural a quase inexistência de sedimento em quantidade apreciável junto às zonas a sul de promontórios ou afastadas da foz de rios ou ribeiras. As praias arenosas existentes apresentam quer transporte longilitoral quer variações transversais, associadas a um funcionamento semi-fechado, estando no entanto as trocas longilitorais normalmente confinadas por promontórios. As praias arenosas existentes possuem resposta do perfil dominada pela variação sazonal e morfodinâmica geral intermédia a dissipativa. 
Costa predominantemente rochosa, com arribas de comando elevado (até 80m), abruptas, e com frequentes plataformas de abrasão e escolhos associados. Existem vários pequenos promontórios que conferem à costa carácter recortado. As arribas possuem frequentemente, na base, depósitos de sopé ou blocos caídos de grande dimensão. Existem, igualmente, várias praias arenosas encastradas ou semi-encastradas, algumas extensas (ex. Consolação, Sta. Cruz e Praia Azul), sobretudo na dependência da foz de cursos de água ou do efeito de retenção de promontórios. As praias arenosas são geralmente estreitas, mas com formas bem definidas. A faixa costeira é quase exclusivamente formada por arriba ou rocha, existindo apenas corpos dunares em alguns locais próximos da foz de ribeiras ou junto ao limite norte do troço (Peniche - Consolação). A praia submersa é sobretudo constituída por afloramentos rochosos com bolsas de areia e cascalho. 
Bibliografia:  
Analyse de la houle sur la côte portugaise entre Peniche et Lagoa de Albufeira par télédetection satellitaire
Gaia 9
1994

Evolução de arribas litorais: importância de estudos quantitativos na previsão de riscos e ordenamento da faixa costeira
Colectânea de Ideias sobre a Zona Costeira de Portugal, 67-86p.
1997

O regime aluvionar da costa portuguesa entre Peniche e a foz do Mira
Ingenium, 8: 4-18.
1987

 
© SNIRLit 2003-2017 | contacto: snirh@inag.pt | Visite também o SNIRH em http://snirh.pt
Navegação através de listagens Seleccione no mapa da esquerda Praias mapas Águas Costeiras e de Transição